Despertando no primeiro episódio de Before the Storm

Aos 16 anos, três anos antes de aparecer com cabelos azuis em Life is Strange, Chloe Price agora protagoniza Before the Storm, prequela que oferece experiência semelhante ao jogo de 2015, mas sem as viagens no tempo.

Sem o superpoder de Max Caulfield — protagonista do primeiro título — o jogador deve tomar ainda mais cautela em suas decisões, uma vez que elas ainda influenciam na evolução da narrativa, tornando a dinâmica variável.

Há um sistema adicional em alguns diálogos que, talvez, foi feito para substituir a ausência de poder voltar no tempo. Trata-se de um minigame no qual Chloe pode iniciar um bate-boca para alcançar determinados objetivos, mas que não oferece desafios complexos e às vezes fica forçado perante a situação.

Mas nada que estrague a imersão do jogo, cuja narrativa imprime grande importância para vincular o jogador às aventuras de Chloe, sem brechas para questionar o fictício mundo de Arcadia Bay.

life-strange-before-storm

Chloe caminha pelo trilho do trem no início de Despertar

INTERPRETANDO CHLOE

Despertar, nome do primeiro episódio de Before the Storm, começa em uma noite no qual Chloe vai sozinha a um show em uma velha serraria. Neste cenário, aprendemos tudo que podemos fazer durante o jogo.

O essencial consiste em interagir com elementos do cenário em busca de informações relevantes para diálogos e fazer grafites em pontos escondidos. Aqui acontece, também, o primeiro minigame de bate-boca.

Além disso, há muito conteúdo para ser lido no diário de Chloe. Por estar totalmente traduzido em português, vale a pena conferir os registros para entender mais sobre a relação da protagonista com a mãe, com o padrasto, com seu fornecedor de maconha e até mesmo com Max, amiga de infância que mudou de cidade.

O diário também escancara todas as dores de Chloe. Seu pai morreu em um acidente de carro. Max nem sequer responde suas mensagens. Sua mãe está em um emprego ruim e passando por dificuldades financeiras.

Sob tal contexto, torna-se compreensível o quadro deprimente que configura sua personalidade explosiva e destemida, uma espécie de mecanismo de autodefesa. E tudo que Before the Storm pede ao jogador é que pondere nas ações que ele pode interferir, como um conselheiro para os dilemas de Chloe.

before-the-strom-life-strange

Chloe arruma briga com um personagem nada amigável na serraria

COMPANHEIRISMO

A partir de agora, essa análise contemplará alguns spoilers de Before the Storm. Caso não tenha jogado, recomendo que pare a leitura para não estragar sua experiência.

Chloe sente como se o mundo tivesse virado as costas para ela. E agora ela quer virar as costas para o mundo para se vingar. No show da serraria, a sensação é essa. Sozinha, ela convence o segurança a entrar no edifício, transmitindo a sensação de que pode fazer tudo por si mesma.

Mas como todo ser humano é um animal político, é impossível reivindicar a vida em comunidade. Lá dentro, Chloe é intimidada. O clima esquente e quando ela está prestes a apanhar, Rachel Amber — a garota desaparecida em Life is Strange — aparece para lhe salvar.

Irônico. Chloe, a garota revoltada da cidade que coleciona advertências na Academia Blackwell se livra de uma surra por conta de uma personagem simpática e admirada na mesma instituição que ela estuda.

As duas fogem para o meio do público e curtem a noite juntas. No dia seguinte, essa amizade inesperada evolui para algo maior, que as duas ainda não sabem bem o que é. Chloe e Rachel decidem juntas matar aula de química em Blackwell para ir a um lugar distante da cidade.

Um evento que, a princípio pareceu complementar antes das duas saírem de Blackwell foi a possibilidade de jogar RPG de mesa com dois nerds. Além disso, Chloe também interrompe uma briga entre um atleta da academia e Nathan Prescott — antagonista de Life is Strange.

chloe-rachel-trem

Chloe e Rachel ouvem música juntas no vagão do trem de cargas

EMPATIA

Rachel e Chloe pulam em um trem de cargas, escondidas em um vagão — tipo beatnik mesmo. Tímida, Chloe fica dialogando consigo mesma sobre como puxar um assunto. Rachel quebra o gelo e propõe que joguem duas verdades e uma mentira.

Esse é um dos ápices que mais prendem a atenção de todo o episódio. A brincadeira de adivinhar verdades e mentiras evolui para uma conversa delicada e afetuosa sobre problemas pessoais, desejos e angústias. Pinta até um romance, mas fica no ar.

Ao chegarem em um mirante, Chloe e Rachel ficam observando as pessoas no parque e imaginando diálogos sarcásticos. As duas estão bem descontraídas e cada vez mais próximas. Mas após ver um rapaz beijar uma moça, o comportamento de Rachel muda completamente.

chloe-rachel-life-strange-before-storm

Rachel e Chloe observam as pessoas no mirante juntas

Emburrada, Rachel quer se drogar. Chloe a ajuda roubar uma garrafa de vinho de um casal do parque, mas não é o suficiente. Elas vão até um ferro-velho e Rachel fica calada. Interrompendo o misterioso momento de silêncio da nova amiga, Chloe tenta dialogar e acaba desencadeando uma discussão acalorada.

Rachel vai embora e deixa Chloe sozinha, que explode. Após arrebentar tudo que vê pela frente, Chloe se depara com o carro de seu pai. O carro que ele estava quando o acidente aconteceu. O carro onde ele morreu.

INCONSCIENTE E PATERNIDADE

Chloe não suporta ver o carro do seu pai. Após socá-lo muitas vezes, ela desaba no chão, aos prantos. Desmaia chorando e sonha que está no carro com seu pai. Isso já tinha acontecido outra vez no episódio, quando Chloe pega carona com seu padrasto para ir até Blackwell, um dia após o show.

life-is-strange-analise

Chloe soca o carro do seu pai, que estava no ferro-velho

De acordo com Sigmund Freud, os sonhos são realizações de desejos subjetivos, como válvulas de escapes. Em ambas experiências oníricas de Chloe, ela está no banco de trás enquanto seu pai dirige e ouve música country. Dessa forma, a figura paterna se revela algo de extrema importância para a protagonista.

No primeiro sonho, não há muita interação da personagem com os elementos da sua inconsciência. Já no segundo, é possível observar e interagir com as coisas que estão à sua volta.

O pai vê a filha chorando e tenta acalmá-la. Diz que ela fez uma nova amiga e que isso é ótimo. Ele ainda a adverte, dizendo que Rachel precisará de sua ajuda. Chloe vê Rachel em chamas e desperta.

Se o sonho traz um material oculto do individuo, Chloe teve muita maturidade para lidar com essa mensagem e correr atrás de Rachel. Ao encontrá-la no mirante, a nova amiga conta que o rapaz no parque beijando a moça era seu pai, que ainda é casado com sua mãe.

Rachel se desculpa e diz que admira Chloe pela forma como ela lida valentemente com seus problemas. Chloe também se desculpa por uma suposta falta de empatia, e ambas se vinculam mais ainda.

Mais uma vez a questão da paternidade entra em voga na narrativa. Agora as duas têm algo mais em comum: uma fragilidade centrada no papel do pai.

life-is-strange-before-storm-review

Chloe possui um histórico triste de perdas

MAIS POR VIR

O episódio encerra com Rachel tomando uma atitude digna de Chloe. Após ‘tocar o foda-se’ para suas responsabilidades familiares, não enxergando mais expectativa no papel de filha, Rachel queima a foto com seu pai e acidentalmente incendeia o bosque do mirante — outro evento irônico, uma vez que haviam diversos cartazes de ações contra incêndio florestal no campus de Blackwell.

Despertar traz uma narrativa carregada de acontecimentos delicados, proporcionando que o jogador vivencie o drama de uma personagem que embora tente se isolar de novas companhias, acaba se envolvendo com uma garota de personalidade distinta. Um destino que irá testar sua empatia.

Admirável mundo novo, segundo episódio de Life is Strange: Before the Storm, promete muitas novidades. Ainda não há uma data de lançamento confirmada.

É possível esperar por um romance entre Rachel e o fornecedor de maconha — revelado no primeiro título — consequências das intrigas de Chloe com os valentões da serraria, eventos envolvendo a academia Blackwell e muito mais.

um comentário

  1. […] Despertar, primeiro episódio de Life is Strange: Before the Storm, deu conta de apresentar o contexto social da protagonista Chloe Price, a qual tenta superar a ausência de duas pessoas importantes na sua vida, e sua nova colega, Rachel Amber, aluna exemplar da Academia Blackwell que passa por uma frustração familiar. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Arkade

Jogos, Tecnologia, Cultura e Revista Online de Games

Murillo Magaroti

Jornalista e escritor